Uso de ozônio na hemodiálise

Publicado por: Ozonic Geradores de Ozônio Categoria: Tratamento de Água Publicado em:
Uso de ozônio na hemodiálise

O uso de ozônio na hemodiálise é aplicado na sanitização da água de hemodiálise reduzindo os riscos de contaminação.

A água utilizada nas máquinas de hemodiálise pelo processo de remoção de cloro através de carvão ativado, o que potencializa a proliferação de patógenos.

O ozônio age inibindo a proliferação de doenças, através da remoção dos patógenos que chegam as máquinas através da água.

Com alta capacidade oxidativa, o ozônio age na destruição de bactérias, vírus, cistos, esporos, redução de endotoxinas da água e biofilmes.

O circuito hidráulico devido ao concentrado de bicarbonato é o principal risco de alojamento e proliferação de bactérias e que pode gerar biofilmes, há também risco de estagnação de água contaminada dentro das máquinas entre as sessões de hemodiálise.

Se não houver correta descontaminação, os pacientes em hemodiálise estão suscetíveis a uma resposta inflamatória crônica tanto por lipopolissacarídios como exotoxinas.

Muito mais eficiente que a desinfecção com ácido peracético, o processo de desinfecção com o ozônio dura em média 30 minutos, sem resíduos pois o ozônio se transforma em oxigênio após 15 minutos. 

A desinfecção com ozônio elimina o risco residual de produto químico no circuito hidráulico, dispensa a necessidade de resíduos que consome grande volume de água tratada.

O investimento de desinfecção com ozônio é inferior ao do ácido peracético, com geração na unidade.

A destruição do biofilme e bactérias potencializada pela oxi-redução pode ser comprovada com testes eletrônicos microscópicos.


Comentários

Deixe o seu comentário

* Campo obrigatório